Como configurar a emissão de NFC-e no SIGE Lite

A NFC-e, também conhecida como Cupom Fiscal é um documento muito utilizado no comércio. Através da emissão desta nota o governo controla as vendas realizadas pela sua empresa e gera mais confiança aos seus clientes. Aqui neste artigo vamos te ensinar como poderá configurar o seu SIGE Lite para a emissão deste documento.

Antes de tudo, a principal informação que você precisa saber é que para ser possível emitir NFC-e, sua empresa precisa possuir o token CSC, referente ao Código de Segurança do Contribuinte. Mas não confunda token CSC com certificado digital. Além de possuir um certificado digital, sua empresa também precisa adquirir um token CSC junto a receita federal, para autorizar a emissão de NFC-e junto ao sistema. Para isto, entre em contato com sua contabilidade e solicite este código.

Sabendo disso, é o momento de realizar a configuração. Portanto, vamos dividir este procedimento em 5 etapas:

1. Preencher as informações da empresa

Para que não ocorra problemas futuros, é muito importante que o cadastro da sua empresa esteja completo. Certifique-se que informou o CNPJ e Inscrição Estadual (IE) corretamente. Para isso, acesse a Engrenagem no topo da tela e selecione a opção Minha Empresa.

2. Configurar o certificado digital

O próximo passo para configurar a emissão de cupom fiscal no seu sistema é configurar o certificado digital. Para isso, criamos um artigo específico ensinando como realizar este procedimento. Para verificar, clique aqui.

3. Configurar o token

Lembra do token que falamos anteriormente?! Agora é o momento de configurá-lo no sistema. Para isso, acesse a Engrenagem no topo da tela e selecione a opção Configurações. Em seguida, será necessário acessar a aba PDV e configurar os seguintes campos:

Veja o que selecionar em cada campo e o que eles significam:

Documento à Emitir: selecione a opção NFC-e;

Número NFCe: caso você já tenha emitido NFC-e junto à SEFAZ por esta empresa, informe neste campo a numeração do último cupom fiscal emitido. Dessa forma, ao emitir a nota aqui no SIGE Lite, será levado em consideração o próximo número que foi informado neste campo. Caso seja a primeira vez que a empresa estará emitindo a NFC-e, informe o numeral 1;

Série NFCe: caso você já tenha emitido NFC-e junto à SEFAZ por esta empresa, informe neste campo a série do último cupom fiscal emitido. Dessa forma, ao emitir a nota aqui no SIGE Lite, será informada automaticamente a série que foi informado neste campo. Caso seja a primeira vez que a empresa estará emitindo a NFC-e, informe o numeral 1;

Token NFCe: informe o Token CSC obtido na SEFAZ anteriormente. Normalmente esse Token é composto por vários números, podendo haver também letras e traços;

Código do Token NFCe: informe o código do Token CSC obtido na SEFAZ anteriormente. Normalmente esse Código do Token é composto apenas por números, podendo ser acompanhado por zeros ou apenas um código único;

FIQUE ATENTO! É muito comum confundir esses dois campos, mas isso causará futuros problemas ao emitir a nota. Portanto, lembre-se de informar corretamente os dados. Na imagem abaixo há uma ilustração do documento de autorização do Token CSC, em que no primeiro campo está informado o Código do Token, e no segundo campo está informado o Token.

Largura Impressão NFCe: informe neste campo a medida que o sistema deve gerar a impressão do cupom fiscal, de acordo com o tamanho da sua impressora.

4. Configurar a tributação dos produtos

A próxima fase para essa configuração se refere as informações fiscais. Elas são imprescindíveis para que os impostos sejam informados corretamente na NFC-e. Mas sabemos que há casos em que a tributação varia de acordo com os produtos. Portanto, você poderá configurá-la conforme sua necessidade. Basta seguir um dos artigos abaixo que melhor se encaixam no seu perfil:

5. Configurar o endereço do cliente

Por fim, caso você possui a contratação do plano STARTER, você precisará informar a UF do estado da sua empresa no cadastro do Consumidor não identificado. Isso é necessário, pois quando você realizar uma venda em que não seja informado o cliente, o sistema automaticamente preencherá o cliente como sendo um Consumidor Não Identificado. Com isso, as tributações cadastradas anteriormente serão levadas em consideração nesta venda. Para isso, conecte no SIGE Cloud, em seguida acesse o menu lateral Cadastros, submenu Pessoas e edite o cadastro do cliente Consumidor não identificado. Agora, na seção Endereço, no campo UF, selecione o estado da empresa que emitirá NFC-e. Feito isso, clique em Salvar.

Seguindo estes 5 passos, você poderá emitir seus cupons fiscais sem dificuldades e erros, pois o sistema já estará configurado conforme sua necessidade. Agora, é o momento de realizar suas vendas no PDV ou através dos Pedidos/Orçamentos e gerar as NFC-es para elas. Para isso, não deixe de acompanhar os artigos:

Deixe seu comentário