Como emitir NF-e com produtos de mesma tributação no SIGE Lite

Após realizar a configuração do seu sistema para emitir NF-e, você poderá definir a tributação que seus produtos terão para gerar suas notas fiscais!

Para tornar esta explicação mais clara, vamos elencar 3 tópicos essenciais.

1. Criar o grupo tributário

Antes de explicarmos como realizar este cadastro, é importante informar que o Grupo Tributário serve apenas para vincular o produto a uma operação fiscal, que veremos mais adiante. Portanto, você poderá aplicar o nome que deseja para este grupo, visto que todos os produtos possuem a mesma tributação (sem variar de ICMS e ICMS ST, por exemplo). Neste exemplo, vamos cadastrar o grupo tributário como Simples Nacional.

Agora, para realizar este cadastro, acesse o menu lateral Fiscal, submenu Avançado e selecione a opção Grupo Tributário. Em seguida, clique em Adicionar no topo da tela. Dessa forma, se abrirá um modal onde você poderá definir o nome do Grupo Tributário. Por fim, clique em Salvar.

2. Criar a operação fiscal

Depois de criar o grupo tributário dos produtos, é o momento de definir as tributações que eles terão. Esse registro ocorre por meio da criação de uma operação fiscal. É nela que você informa o ICMS, IPI, PIS, COFINS e CFOP que serão informados automaticamente no momento de emitir a nota fiscal.

Então, acesse o menu lateral Fiscal, submenu Avançado e selecione a opção Operações Fiscais. Em seguida, clique em Adicionar no topo da tela. Assim, se abrirá um novo modal onde você poderá definir as seguintes informações:

Nos campos Nome e Grupo Tributário, selecione as opções que estarão disponíveis. Utilize os mesmos nomes representados na imagem acima.

Nos campos Tipo de Consumidor e Tipo de Consumidor IE, marque a opção “Todos”; e no campo Indicador de Destino: selecione a opção “Para estados específicos”. Assim o sistema abrirá um novo campo;
Importante! Você poderá agrupar todos os estados, somente se eles possuírem as mesmas alíquotas. Caso contrário, você deverá cadastrar uma operação fiscal para cada estado e mudar as tributações, porém com os mesmo dados citados acima.

Logo abaixo destas informações, você contará com mais 4 etapas para preencher as informações fiscais dos seus produtos. Portanto, é necessário que você contate sua contabilidade e solicite os dados que deve utilizar.

Aba Situação Tributária – ICMS

Neste momento você deve preencher a coluna ICMS. Portanto, verifique com sua contabilidade qual é a situação do ICMS que você deve utilizar para emitir NF-e de seus produtos. No exemplo, utilizamos a situação 102.

Importante! A situação do ICMS também é conhecida como CST e CSOSN. Normalmente, empresas do Simples Nacional utilizam as situações 101, 102, 103, 201, 202 ,203, 300, 400, 500 ou 900. Já empresas do Lucro Presumido/Real utilizam as situações 00, 10, 20, 30, 40, 41, 50, 51, 60, 70 ou 90.

Preencha também as informações da coluna ICMS – UF Destino, lembrando que as alíquotas informadas neste campo, serão aplicadas para todos os estados selecionados.

Aba Situação Tributária – IPI

A seguir, acesse a aba Situação Tributária – IPI e para informar se os produtos vendidos possuem incidência de IPI. Portanto, confirme com sua contabilidade qual é a situação correta a ser utilizada. Em caso de não haver este imposto, informe a opção Não Tributado pelo IPI.

Aba PIS/COFINS

Feito isso, você irá acessar a aba PIS/COFINS para configurar as situações de PIS e de COFINS que terão seus produtos. Novamente será necessário confirmar estas informações com sua contabilidade para que não ocorra futuros problemas. Neste exemplo estamos utilizando a situação 07, referente a operação isenta da contribuição destes impostos.

Aba CFOP

Por fim, na aba CFOP você poderá informar um CFOP que corresponde as vendas dos produtos na nota fiscal. Novamente será necessário confirmar estas informações com sua contabilidade para que não ocorra futuros problemas.

Depois de preencher todos os campos, clique em Salvar no canto inferior da tela.

3. Informar o grupo tributário nos produtos

O próximo passo a ser realizado é informar o grupo tributário nos produtos. Isso é necessário para que o sistema vincule todos os produtos aos impostos configurados na etapa 2. Assim, o sistema compreende que ao vender o produto e emitir a nota fiscal, automaticamente será informado esta tributação.

Para isso, acesse o menu lateral Cadastros, submenu Produtos edite o produto desejado. Na tela de edição do produto, clique sobre a aba Fiscal e no campo Grupo Tributário, informe o nome do grupo tributário cadastrado na etapa 1. No nosso exemplo, iremos informar o nome Simples Nacional. Por fim, clique em Salvar.

Importante! Caso você possui a contratação do plano Starter, você consegue informar o grupo tributário em massa nos produtos, através da plataforma SIGE Cloud. Basta acessar o SIGE Cloud, baixar a planilha com seus produtos, informar o grupo tributário neles, importar a planilha preenchida no SIGE Cloud e aguardar finalizar a sincronização dos dados ao SIGE Lite. Temos um artigo que explica certinho como realizar este procedimento. Para saber mais, clique aqui.

Agora que você seguiu essas 3 etapas fundamentais, ao emitir NF-e através da venda no SIGE Lite as informações tributárias do seus produtos serão informadas corretamente. Assim, você nunca terá problemas com a fiscalização fiscal do seu negócio!

Deixe seu comentário